Reunião do CS Guarani

Os usuários do CS serão transferidos

Anúncios

Depois da polêmica a Prefeitura anunciou que será em junho a transferência dos usuários atendidos no Centro Saúde Guarani para as unidades do Tupi e Aarão Reis. O anúncio foi na reunião, que teve a participação dos usuários e funcionários do centro de saúde, que reclamaram muito como o processo foi conduzido sem uma consulta prévia da população que é atualmente atendida Centro de Saúde do Guarani.

 

Em junho é transferência de usuários de Centros de Saúde

Em reunião realizada (01/04) no Centro Comunitário Maria Tereza no bairro Guarani, a Prefeitura comunicou que em junho começa a transferência dos usuários do Centro de Saúde (CS) Guarani para o dos bairros CS Tupi e Aarão Reis.

Reunião centro de Saúde guarani
A população na reunião quando foram comunicados da transferência – Foto: Marcos Silva / JCA

Participaram cerca de 50 usuários da unidade de saúde, funcionários e os Conselheiros Locais que representa a população atendida. Dois vereadores de Belo Horizonte, Bruno Miranda (PDT) e Wanderley Porto (Patri) enviaram representantes para acompanhar a reunião e ouvir as demandas dos usuários. 

O diretor Distrital de Saúde Norte, Moisés Gonçalves de Oliveira, fez apresentação dos novos Centros de Saúde no modelo Parceria Pública e Privada (PPP) da Prefeitura de Belo Horizonte com a SaúdeBH, empresa do grupo Transpes (especializada em transporte de cargas). É a mesma parceira, InovaBH, que faz a gestão das 50 unidades de ensino de Escolas Municipal Ensino Infantil (Emei).

Inconformados com a mudança

Reportagem: Marcos Silva – redacao2@comunidadeemacao.com.br

Os usuários do Centro de Saúde Guarani estão inconformados com a transferência sem qualquer consulta a população. E a insatisfação tomou uma proporção quando circulou na comunidade a informação que o Centro de Saúde do Guarani poderia ser desativado.

Reunião do CS Guarani
Reunião do CS Guarani para o comunicado de transferência de usuários de Centro de Saúde – Foto: Marcos Silva / JCA

Durante a reunião Moisés Gonçalves teve dificuldade para explicar a motivação para os remanejamentos. Ele afirmou que foi uma decisão “técnica” do núcleo central da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e apresentou dados técnicos censitários, que não são de domínios dos usuários, deixando o público mais confuso. Outro argumento apresentado pelo diretor foi a tentativa de convencer que será melhor a transferência e justificou dizendo que os novos centros de saúde são mais confortáveis e mais fácil de fazer limpeza.

 

Moisés explicou que as unidades da PPP, por ser maiores e ter a gerenciamento terceirizada na manutenção, abrigará quatro Equipes da Saúde da Família e os centros de saúde próprios da PBH terá três equipes.

O novo Centro de Saúde do Tupi
A obra do novo Centro de Saúde do Tupi está quase pronto – Foto: Marcos Silva / JCA

Os usuários e alguns Agentes Comunitários de Saúde (ACS) manifestaram a insatisfação a mudança alegando entre outros pontos a dificuldade de deslocamento para os novos centros de saúde que são mais distantes e sem acesso de transporte público. Reclamaram que não houve uma consulta prévia na população. Já os ACS’s reclamam que existe o vínculo com os moradores e a transferência prejudicará o trabalho e a qualidade no atendimento aos usuários.

No final da reunião, Moisés Gonçalves informou que junho terá a transferência, alguns dos usuários para o Centro de Saúde do Tupi e outros no CS do bairro Aarão Reis. “Assim que o CS do Tupi ficar pronto”

Em conversa com o vereador Bruno Miranda (PDT) disse que teve uma reunião (11/5) com a secretária de Municipal de Saúde, Claudia Navarro, para pedir explicações do motivo da mudança. O vereador está mediando uma situação semelhante com os usuários do Centro de Saúde MG20 (Monte Azul) que foram transferidos para unidade do Parque Cerrado no limite de Belo Horizonte com Santa Luzia.

Participou da reunião Rui Gonçalves representando os moradores que serão remanejados do Centro de Saúde Guarani que apresentou à insatisfação dos usuários registrada em abaixo-assinado entregue ao vereador Bruno Miranda.

Segundo o vereador, a secretária Cláudia Navarro, que assumiu recentemente, não tinha conhecimento da insatisfação dos usuários. Uma proposta foi apresentada para secretária, a manutenção dos usuários acima de 65 anos com comorbidades permaneçam com atendimento no Centro de Saúde Guarani considerando a facilidade de acesso na unidade de saúde.

Cláudia Navarro se comprometeu buscar informações com assessoria da Secretaria de Saúde. Uma nova reunião deverá ser marcada em breve com informações dos motivos da transferência.

Quanto ao Centro de Saúde MG20 que mudou de endereço e também causou insatisfação entre os usuários principalmente os que são moradores no bairro Monte Azul.

Miranda afirmou que objetivo da reunião foi cobrar da secretária o compromisso do ex.prefeito Alexandre Kalil (PSD) da criação da unidade anexa do Centro de Saúde MG20. 

Procuramos o vereador Wandeley Porto (Patri), que enviou representante para reunião com os usuários, para saber a opinião dele, porem não respondeu os nossos contatos.

Novo Centro de Saúde São Bernardo

Novo Centro de Saúde São Bernardo começou a funcionar no dia 25 de março na rua Armando Ribeiro dos Santos, 265, bairro São Bernardo, a unidade possui dois pavimentos, acessos independentes, integração dos ambientes e revestimentos de fácil higienização, o que vai proporcionar mais conforto para a população atendida e trabalhadores.

A unidade é acessível às pessoas com mobilidade reduzida, conta com 18 consultórios, sendo um odontológico; salas de espera, triagem, procedimentos, curativo, coleta, vacina, higienização e multiuso; farmácia; zoonoses; setores administrativos.

O Centro de Saúde foi projetado para garantir atendimento integral aos cerca de 14 mil usuários dos bairros São Bernardo, São Tomaz e Heliópolis.

A unidade possui quatro equipes de saúde da família com médico generalista, enfermeiro, técnico e agentes comunitários de saúde; equipe de apoio composta por ginecologista, pediatra, clínico, homeopata e equipe de enfermagem. Há ainda duas equipes de saúde bucal, equipe multiprofissional do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica com psicólogo, fonoaudiólogo, farmacêutico, fisioterapeuta, nutricionista e educador físico.

A nova sede faz parte do pacote de obras da Prefeitura que prevê a reconstrução de 40 centros de saúde que recentemente ampliado em mais 10 unidades construídas pelo programa de Parceria Público Privada (PPP).

No mês de março deste ano a Prefeitura entregou três centros de saúde na Regional Norte: CS Felicidade II, CS Floramar e o CS São Bernardo. Em 2020 foram entregues, na Regional Norte, os CS Aarão Reis, CS MG20, CS Zilah Sposito e o CS Tupi-Lajedo. O novo Centro de Saúde Tupi A terá a obra concluída em junho deste ano e em breve começa as obras do CS do Campo Alegre.