Fazenda Velha – Falta o dinheiro para obra

Fazenda Velha – Falta o dinheiro para obra

Notícias Nenhum comentário em Fazenda Velha – Falta o dinheiro para obra

Fazenda Velha

 

oasis

O lixo atrai urubus para beira do córrego

Falta o dinheiro para obra

Prefeitura diz que não há recursos para execução da obra, mas a conclusão do projeto é 1º semestre de 2017. O Ministério das Cidades diz que libera o dinheiro com a conclusão do projeto executivo, o dinheiro será do Orçamento Geral da União (OGU).

Córrego Tamboril

Sem previsão de data para revitalização

A notícia da revitalização do córrego Fazenda Velha deixou os moradores dos bairros Tupi e Felicidade esperançosos quanto a solução de um problema que arrasta há anos devido o custo elevado da obra. Foram diversos telefonemas e mensagens pelo WhatsApp de moradores para Redação querendo mais detalhes como está o projeto.

Desde o início do Jardim Felicidade, o córrego é um problema para os moradores do bairro. Hoje a avenida Fazenda Velha (avenifazenda-velhada A) sofre não só com o mau cheiro do esgoto despejado, mas também com a exposição à doenças. “Moro em frente ao córrego e frequentemente encontro baratas, escorpiões e até ratos na minha casa”, lamentou Aracélia Maria de Oliveira, moradora do bairro há 25 anos. Além dos animais, a população convive com o risco diário de infecções. Segundo os moradores já foram registrados diversos casos de doenças, principalmente entre as crianças. “As crianças estão adoecendo e não temos como impedir”.

Sem data

Em resposta ao Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO o Ministério das Cidades informou que “A Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades – SNSA/MCidades possui uma intervenção na área citada na demanda. Trata-se da elaboração de projeto executivo de saneamento integrado na Bacia do Córrego Fazenda Velha.”

Segundo ainda a nota, apenas para a elaboração do referido projeto executivo, o valor do investimento é da ordem de R$ 1,72 milhão em recursos federais, por meio do Orçamento Geral da União (OGU). A liberação dos recursos ocorre de acordo com a efetiva apresentação das etapas concluídas.

Após a conclusão do projeto executivo, que se encontra em andamento, a Prefeitura poderá pleitear os recursos necessários para a execução da obra. Assim, os valores necessários, bem como formas de repasse, ainda não são conhecidos. Oportunamente, o atendimento para execução das obras poderá ocorrer mediante seleção de proposta, com recursos de financiamento, via FGTS, que seguem passos estabelecidos em normas próprias.

A Prefeitura de Belo Horizonte não tem data definida e o dinheiro para realizar a revitalização do Córrego Fazenda Velha, conhecido na Região Norte como córrego Tamboril, é o que informou a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap).

Há um projeto para recuperação ambiental do curso d'água e a implantação de sistema viário compatibilizado com propostas existentes para a região, confirmou a Sudecap. A proposta visa ao tratamento do fundo de vale e a estabilização das margens do córrego, bem como a implantação de interceptores de esgoto às margens desse e do Córrego Catulo da Paixão Cearense no Tupi, um de seus afluentes, a implantação de áreas de uso social e paisagismo, melhorias do sistema viário da região, remoção e o reassentamento de famílias residentes em áreas de risco e sujeitas à inundação. 
Os projetos de saneamento integrado para a Bacia do Córrego Fazenda Velha estão sendo desenvolvidos com recursos obtidos junto ao Governo Federal, no âmbito do PAC 2 e a previsão de conclusão (do projeto) é para o 1º semestre de 2017. No momento não há recursos assegurados para execução de obras.

Author

Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO LTDA

O Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO foi criado em outubro de 1996 com o fim de atender as demandas da comunidade e ser um veículo de comunicação onde os questionamentos encontrassem receptividade. O Jornal é reconhecido pelo seu prestígio, credibilidade editorial circulando nos bairros da regional Norte de Belo Horizonte / MG.

Leave a comment

Back to Top